Prosa Poética

Escrito por Eugene Gaon
Acessos: 475

 

Ao ler um dos textos, que abaixo está, antes há de tocá-lo; se o fizer, ainda que seja por acaso, caso farei da sua atenção.

 

- A noite não conhece pudor - Nox pudore vacat

- A outro lugar irei, mas só...

- Ah! Se eu pudesse no lugar do meu heterônimo ficar!

- Há uma Linda Flor que em outro jardim está...

- Meus cães de Gnaisse*

- Não conte as estrelas!

- Que lindos olhos tem você!

- Queira anotar: a notar a infinitude do Universo...

- Se meu criado-mudo falasse, mentiria...